OS GIRASSÓIS

         Por: Nelli Célia ( Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. )

Nossa lama pede muitas das vezes, um passeio ao ar livre, junto à natureza. É quando sentimos a falta de algo o qual não sabemos o certo o que é: isto é a necessidade de estar em contato com a nossa sensibilidade, de buscar beleza entre as flores plantas, campos verde  onde haja presente a natureza, benção de Deus para nós.

Nesses momentos, nossa alma canta em louvor à Deus e sentimo-nos, fortalecidos e jubilosos depois desses contatos.

Através deste poema,  me senti flutuando em campos de girassóis, e convido a todos vocês para desfrutarem deste especial local em que a nossa imaginação nos proporciona.

Há pouco conheci essa escritora e poeta Mary Oliver e admirei seus poemas belíssimos.  Nascida nos Estados Unidos da América, no dia 10 de setembro de 1935, é uma  recordista em vendas. O poema que escolhi nos dá a impressão que estamos a frente de um campo de girassóis.

 

OS GIRASSÓIS

Venha comigo

Para o campo de girassóis.

Suas faces são  discos brunidos,

Suas colunas secas

 

Ramagens como mastros de navios,

Suas folhas verdes,

Tão pesadas e tantas,

Preenchem o dia com

 os açúcares pegajosos do sol.

Venha comigo

Visitar os girassóis,

Eles são tímidos

Mas querem ser amigos;

Eles têm histórias maravilhosas

De quando eles eram jovens-

O tempo importante-

 

Os corvos perambulantes.

Não tenha medo

De fazer perguntas a eles!

Suas faces luminosas

 

Que seguem o sol,

Ouvirão, e todas

Aquelas fileiras de sementes-

Cada uma uma nova vida!

Esperança de uma amizade mais

Íntima;

Cada um deles, embora em

Uma multidão de muitos,

Como um universo separado,

 

É solitário , o trabalho longo

De transformar suas vidas

Em uma celebração

Não é fácil. Venha

E vamos falar com aqueles rostos modestos

 

As roupas simples de suas folhas,

As raízes ásperas na terra

Queimando tão eternamente.

 

Você está aqui: Acontece Espaço Cultural e Poético OS GIRASSÓIS